Glutamina: o que é, benefícios e como tomar - Treinos Adaptogen Science

Glutamina: o que é, benefícios e como tomar

POSTADO 05/02/2020

Glutamina: o que é, benefícios e como tomar

O que é glutamina?

Para quem realiza treinos, a glutamina é muito conhecida. Ela tem a função de um aminoácido não-essencial, produzido naturalmente pelo organismo.

Além de agir nas funções metabólicas, a glutamina também serve para o transporte de amônia e nitrogênio na corrente sanguínea.

Embora esteja em abundância no organismo, quando o corpo passa treinos intensos ou dietas restritivas, o fornecimento da glutamina pelo organismo não é suficiente.

Dessa forma, em muitas ocasiões a suplementação é necessária, tornando-se uma alternativa para fortalecer as funções metabólicas.


Para que serve a glutamina?

A glutamina age de diversas formas no organismo. Entre elas, é um importante transportador de nitrogênio entre tecidos do nosso corpo. Além disso, auxilia na produção de energia, atuando como um poderoso combustível para o sistema imune.

Esse aminoácido atua na melhora da função intestinal porque auxilia as células do intestino. Sem contar a sua importante ação regeneradora do tecido muscular. Ele também é indispensável para a defesa do organismo contra doenças e infecções.

Especificamente para quem pratica exercícios físicos intensos, ela auxilia na recuperação rápida do músculo, ajuda para o ganho muscular e perda de gordura.


Benefícios da glutamina

Estimula a síntese proteica;

Aumenta a resistência a infecções;

Reduz a dor muscular após o exercício físico;

Auxilia para o aumento de massa muscular;

Fortalece a imunidade;

Ajuda a saúde intestinal.


Como tomar glutamina?

Recomenda-se a ingestão de 5 gramas em média de glutamina. Essa quantidade pode ser misturada a água ou bebida de sua preferência. Mas pode variar de pessoa para pessoa. Por essa razão, o ideal é buscar o auxílio de um nutricionista, para que o profissional indique a quantidade necessária para o seu organismo. 


Onde encontrar glutamina?

Os alimentos abaixo são fontes de glutamina:

Carnes;

Peixes;

Ovos;

Iogurte;

Leite;

Queijo;

Feijão;

Favas;

Ervilhas;

Beterraba;

Espinafre;

Couve;

Salsa.

Além dos alimentos, muitos atletas consomem glutamina por meio de suplementos, como o Glutamine Fermented. Esse suplemento da Adaptogen vem de um processo de fermentação de legumes, principalmente da beterraba. Ele é 100% natural, vegetariano e possui uma absorção muito superior às glutaminas tradicionais.

Agora, se o objetivo é consumir glutamina combinado com BCAAs - aminoácidos essenciais que não são produzidos naturalmente pelo organismo -, o Natural Protodh Unflavor é o mais indicado.

Formulado com ingredientes naturais, livre de colesterol e lactose, possui os benefícios de “hidrólise” que converte moléculas de proteína em pequenos peptídeos (di e tri-peptídeos) que resultam em uma rápida fonte de proteína para seu corpo.


Quando tomar glutamina?

Depende de seu objetivo. Para quem deseja diminuir a fadiga e aumentar a performance durante o treino, a indicação é consumir glutamina antes dos exercícios.

Se consumida após o treino, o aminoácido atuará na reposição dos tecidos musculares.

Além disso, a glutamina não engorda, afinal afeta apenas os músculos.

Conheça já as opções de suplemento de glutamina em pó da Adaptogen: Glutamine Fermented e Natural Protodh Unflavor e obtenha todos esses benefícios.